> CASAPONTOCOME

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Um dia normal


“Então e estás a gostar?” Não consigo evitar uma gargalhada interior quando oiço esta pergunta nos últimos tempos. Felizmente, dá-me mais para rir, porque chorar faz-me ficar feiosa.
Ontem à noite, no meio do remoinho de pensamentos e ideias angustiantes que me tiravam o sono, apercebi-me que ando a viver em todos os tempos menos neste, senão vejamos: acordo a pensar no quanto que me apetecia dormir, arranjo-me a pensar que já devia estar a tomar o pequeno-almoço e como a pensar nas coisas de que não me posso esquecer quando for para o carro.
Conduzo a pensar em chegar ao trabalho e trabalho a contar as horas que faltam para ir almoçar. Ao almoço, mal consigo comer, porque estou stressada com o que aconteceu de manhã, ou com o que vai acontecer de tarde, ou ambos. Regresso e repito a dose, até ser hora de sair.  
Eu, a maior propagandista do viver no agora, do aproveitar o momento presente ao máximo, ando assim, distribuída entre o passado e um futuro cada vez mais estranho.

- “E então, como correu o teu dia?”.
- “Normal”.   

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Daqui a pouco... Madrid!

Em breve teremos novidades cá por casa, estou a preparar umas boas surpresas. ;)

Uma delas é sobre a escapadinha que fizemos até Madrid, em Abril.
Muita gente me pergunta como consigo organizar tanta coisa nas minhas viagens gastando tão pouco, portanto quero partilhar algumas dicas sobre como faço para aproveitar ao máximo, gastando o mínimo. Vou também contar os meus truques para pesquisar voos, hotéis, restaurantes, etc.


Fica um aperitivo fotográfico: a praça de Cibeles.  

Até já!


quinta-feira, 30 de março de 2017

Dr. Vidente

Sempre me fascinaram estes pequenos anúncios de videntes e curandeiros. É um ponto comum este formato: um pequeno quadrado de papel, impresso a preto e branco, com a descrição da oferta de serviços e o contacto.
Os nomes são sempre estranhíssimos, difíceis de escrever e impossíveis de pronunciar.
O grau académico, sempre elevado, nunca me lembro de ver um “Bacharel Mambuando” nem nada assim, é sempre Doutor, Mestre ou Professor.
E são sempre homens. E nunca sabem escrever em condições.
   
Esta semana, na minha caixa do correio, estava este, do Dr Khalilo.
Logo de início, o Sr. anuncia ter “podres”, para além de conhecimentos, o que é sempre uma mais-valia. E só resolve problemas difíceis ou graves, nada de importunarem com coisas simples, isso não é desafio para o Dr. Khalilo. ☺☺  



Já conhece o facebook da casa?